Entenda a importância da cultura organizacional focada no atendimento humano

Manuela Colares

A cultura organizacional está mais evidente, sobretudo agora em que a maioria das empresas está enfrentando momentos turbulentos devido à crise causada pelo novo coronavírus.

Normalmente, líderes de instituições bem-sucedidas vivem suas culturas diariamente e se esforçam para comunicar os reais valores aos colaboradores. Acontece que, quando surgem grandes desafios como esse, é preciso agir rápido para se adaptar às mudanças sem perder a personalidade do negócio.

Neste post, conheça a importância da cultura organizacional, como ela ajuda nos períodos de crise, por que a área da saúde precisa se preocupar e quais as soluções encontradas pela Maida.health. Boa leitura!

Cultura organizacional: entenda a importância

A cultura de uma organização faz parte da maneira como a organização se vê a curto, médio e longo prazo. Consiste em crenças e valores compartilhados pelos líderes e depois comunicados e reforçados por vários métodos, moldando finalmente as percepções, os comportamentos e a compreensão de todos os envolvidos.

Empresas que têm uma cultura estabelecida geralmente descobrem que os colaboradores desenvolvem bons relacionamentos e trabalham melhor juntos para alcançar as metas.

Na visão de Manuela Colares, diretora de comunicação do sistema Hapvida, “a cultura é o jeito de ser da empresa, a forma como pensamos, tomamos decisões e agimos. Isso inclui valores corporativos, atitudes, normas da organização e a linguagem adotada”.

Uma cultura forte atrai talentos e, mais importante, os retém. Quando as pessoas sentem que pertencem a uma organização, é mais provável que permaneçam fiéis. Isso significa menor rotatividade, menos contratações para lidar e melhor convívio entre a equipe.

“Aqui na Maida temos um propósito nobre e claro integrado à nossa cultura, que é promover o acesso à saúde por meio da inovação”, conta Manuela.

A cultura corporativa também contribui para a identidade de marca. Se você tratar bem os colaboradores e tiver uma atmosfera corporativa simpática, os clientes verão a empresa da mesma forma. Isso representa um enorme vantagem competitiva.

Quem não gosta de sentir que faz parte de algo maior, não é mesmo? Dessa forma, a cultura orientada é capaz de quebrar os limites entre equipes isoladas, contribuir para a tomada de decisões e melhorar o fluxo de trabalho em geral.

Saiba como a cultura organizacional traz maior engajamento dos profissionais em períodos de crise

Em momentos de crise, uma empresa que não faz arranjos para se adaptar aos grupos diferentes, tendem a seguir direções opostas para “apagar o fogo”. Com isso, perdem o foco — e a cultura pode ser simplesmente ignorada.

Por outro lado, uma empresa de sucesso, com cultura fortalecida, analisa os possíveis problemas que afetam tanto a empresa quanto o público. Ela se prepara para enfrentar os desafios com garra e entusiasmo, pois o que foi estabelecido na missão, visão e valores precisa ser preservado. Na Maida, esses conceitos são Propósito, Visão e Jeito de Ser.

O engajamento fica por conta da boa liderança. Afinal, as crises exigem para que os líderes tenham um plano de resposta a emergências e o adapte à medida que novas evidências e fatores se apresentam. É importante, acima de tudo, manter a calma e adotar um senso de perspectiva a fim de reduzir perdas e fazer as coisas funcionarem na medida do possível.

O principal facilitador da solução de problemas é, de início, promover boas relações com os outros. É por isso que a liderança é, como diz Seth Godin, “trabalho emocional”. Ou seja, exige um profundo investimento pessoal e é gerenciada por elementos intangíveis, como:

  • sentimentos;
  • valores;
  • crenças;
  • atitudes.

Segundo Colares, apesar de a cultura da Maida.health ter sido formalmente estimulada há pouco tempo, a percepção ficou evidente no momento em que a ameaça da pandemia foi anunciada. Com isso, alguns projetos nasceram fruto do trabalho em equipe, com propósito claro de contribuir no acesso à saúde por meio da inovação.

Na área de Inteligência Artificial, enquanto um time teve as ideias, o outro as executou com expertise. Os projetos, construídos de forma colaborativa foi o serviço de teleconsulta Maida.telehealth e a plataforma www.covid-19.maida.health.

Entenda por que a área de saúde também precisa se preocupar com esse conceito

Sem dúvidas, todos os tipos de negócio precisam estar atentos aos períodos de crise, mas, principalmente, a área da saúde. “Na área de saúde e tecnologia, que é onde estamos, lidamos com o nosso bem mais precioso: a saúde. Precisamos ter a cultura muito bem alinhada e equipes engajadas, que saibam exatamente quais são as prioridades da organização”, afirma a diretora de comunicação corporativa.

Além disso, é fundamental adotar a inovação como propósito, pois isso traz um elemento ousado e disruptivo como parte do jeito de ser da instituição. “Na Maida, temos uma visão corporativa neste sentido: ser referência mundial em gestão e inovação e levamos isso a sério na prática, no nosso dia a dia. Com esse alinhamento corporativo, podemos focar toda a nossa energia no trabalho final”, diz.

Saiba como a Maida.health adotou ferramentas que auxiliam seus profissionais em um contexto de crise

Em períodos de crise, como a pandemia do novo coronavírus, é necessário ter um maior engajamento dos profissionais. Assim que a Covid-19 chegou fisicamente em algumas regiões de atuação da Maida.health, a equipe montou uma comissão para viabilizar as condições de home office.

As decisões foram tomadas com bastante agilidade, como estabelecer férias para colaboradores que fazem parte do grupo de risco e a criar uma comissão para discutir as ações de segurança necessárias.

Segundo Manuela, a principal mudança no dia a dia da empresa foi adaptar a atividade tradicional para o modo remoto. Muitos colaboradores não tinham experiência de trabalhar em casa, por isso os ajustes acontecem constantemente.

“Fomos ainda mais cautelosos em relação à comunicação corporativa. Procuramos comunicar o essencial, o necessário para balizar as ações, e sempre buscamos conectar a mensagem à cultura. Por exemplo, nesse momento ficou claro para nós o engajamento do time e a atitude colaborativa por meio do trabalho à distância”, salientou.

De acordo com ela, as principais vantagens encontradas na área da saúde ao agregar uma cultura organizacional bem definida são valores corporativos claros e bem implementados para minimizar dúvidas e tornar o trabalho mais ágil. “Tudo isso permite que o colaborador se sinta mais seguro para criar, inovar e se concentrar na atividade final, o que resulta na melhoria da performance de todos”, finaliza.

Como você viu, a importância da cultura organizacional deve ser valorizada tanto no dia a dia da instituição como nos momentos de crise. Assim, quando as coisas se complicam, torna-se mais fácil encontrar apoio na equipe e fazer com que todos permaneçam comprometidos para o bem da coletividade.

Que tal receber outros artigos com dicas úteis para seu negócio? Curta a nossa página no Facebook, siga-nos no LinkedIn e assine o canal no YouTube para não perder as novidades.